Goji Berry


Não é difícil encontrar nas prateleiras de diversas farmácias anúncios sobre extratos de Goji Berry ou essa fruta seca, junto a estes produtos encontra-se também promessas de emagrecimento fácil, revitalização da pele por meio de antioxidantes que previnem o envelhecimento e várias outras promessas tentadoras. O que fica é a pergunta: Será que é verdade? Ou talvez “Até que ponto é verdade?”, portanto iremos discutir os seus benefícios e efeitos colaterais do mau uso.

            A Goji Berry é uma fruta típica do noroeste da China. Textos médicos da China Antiga enaltecem essa fruta, atribuindo a ela a capacidade de fortalecimentos de órgãos importantes como os olhos, rins e fígado, além da renovação e revitalização.

            O composto ativo (funcional) presente é um tipo de betaglucana, estudos já comprovaram que este composto na Goji Berry em específico, é capaz de induzir a maturação de células do sistema imune. E que o consumo dessa fruta poderia ajudar substancialmente no tratamento de cânceres, em especial o câncer de colo do útero. Estudos apontam que esta fruta pode ser também utilizada em pacientes com risco de AVC, pois ela possui efeitos neuroprotetores.

            Alguns estudos apontam vantagens do seu consumo também para esportistas, seu consumo tem sido relacionado a uma maior resistência ao exercício exaustivo o que indica que a Goji Berry pode auxiliar na prevenção do estresse oxidativo.
 
            Além disso, a Betaglucana é um tipo de fibra solúvel, portanto além da função imunológica, ainda ajuda a diminuir a absorção de colesterol e retardam a absorção de açúcares. Portanto foi logo associada ao emagrecimento. Também aumenta a produção de células responsáveis pela manutenção da firmeza da pele, o que ajuda a retardar o envelhecimento, devido principalmente a presenta de vitaminas como A e E.

            Quanto ao emagrecimento, estudos apontam que o consumo do suco da Goji Berry pode ajudar a aumentar a taxa metabólica, reduzir o ganho de peso e ainda auxiliar na sensação de bem-estar, mas não adianta apenas tomar o suco, este deve ser acompanhado de uma alimentação saudável.

            É preciso uma atenção especial para quem deseja consumir o extrato dessa fruta, pois há alguns medicamentos que interagem com seus compostos e perdendo assim o efeito do medicamento. Portanto antes de incluir essa fruta na sua alimentação peça ajuda a um profissional.