Alimentos Fucionais: Soja


Nosso organismo é composto por uma estrutura complexa de vitaminas, minerais, água, proteínas, carboidratos e lipídeos. Para que ele se mantenha estável e sadio é necessário manter os níveis desses nutrientes adequados as necessidades do organismo. 

Já se sabe que a falta de algum nutriente é um fator complicante ou causador de doenças. Um bem conhecida é a Anemia Ferropriva que é causada pela deficiência do ferro. A única maneira de se controlar os níveis dos nutrientes no nosso organismo é através de uma dieta balanceada.



Muito se fala sobre alimentos funcionais, esses alimentos são definidos através de sua composição, alimentos que contenham certos nutrientes que trazem benefícios ao organismos são considerados funcionais. É o caso da soja, muito conhecida já no Brasil, por ajudar a amenizar os sintomas da menopausa, apesar de ser a função mais conhecida não é a unica, a soja contém antioxidantes que ajudam a reduzir a taxa de LDL (mal colesterol) reduzindo assim o risco de doenças cardíacas e ainda tem alto valor proteico.


Existem estudos que apontam que pequenas quantidade de soja ou de seus derivados todos os dias diminue o risco de câncer  como o de mama, pulmão, cólon, reto, estômago e próstata.

Ela ajuda no tratamento da diabetes. O diabetes é caracterizado por níveis elevados de açúcar no sangue, em decorrência da falta de insulina ou da utilização inadequada desse hormônio. Os pacientes com a doença apresentam risco elevado de doenças cardíacas, lesões oculares, renais, neurológicas e nos membros. A soja ajuda no combate à doença de duas formas: Reduzem a absorção de glicose para a circulação sangüínea. Tendo em vista que são ricos em fibras, esses alimentos apresentam um baixo índice glicêmico, ou seja, causam uma elevação apenas discreta na concentração de glicose no sangue. São particularmente úteis por facilitarem a ação da insulina. Reduzem os níveis de colesterol e, portanto, ajudam a evitar ou controlar algumas complicações da doença, como a aterosclerose (”entupimento” das artérias).

Além dos grãos, os derivados da soja também são exercem essas funções os mais conhecidos são: leite de soja, proteína texturizada, farinha, farelo, queijo (tofu), pasta (missô), entre outros. As industrias alimentícias já lançaram diversos produtos a base de soja como hambúrgueres, chocolates, salgadinhos, sobremesas, etc.

Além dos benefícios que a soja pode trazer ao organismo, ela é mais uma opção de alimentos com alto valor nutritivo que fica a nossa disposição. Há quem não agrade do gosto da soja pura, mas hoje os subprodutos e a criatividade conseguem driblar esse empecilho.

Como todo alimento funcional a soja é capaz de trazer esses benefícios a saúde desde que consumida com regularidade. Como ela é muito popular no Japão não é raro relatos dos benefícios dela entre as mulheres japonesas, então vale lembrar que para começar a sentir os efeitos é necessário algum tempo de consumo desse alimento.