Seu lixo é caro !

Cascas de cenoura, laranja, abóbora, melancia, talos de couve, sementes, folhas de brócolis, couve flor, pra você isso é lixo? Sinto lhe dizer, mas seu lixo é caro!

Hoje a maioria das pessoas descarta essas partes dos alimentos, sem nem saber o quão são valiosas na nossa alimentação. As cascas, talos e sementes geralmente tem pelo menos 4 vezes mais nutrientes do que a polpa, é o caso da casca de laranja que possui 6 vezes mais fibras, 4 vezes mais fósforo e 40 vezes mais cálcio que a sua polpa e a casca da melancia que possui cerca de 3 vezes mais potássio, além disso essas partes não convencionais possuem muito mais fibras.

Segundo o IBGE enquanto 14 milhões de brasileiros passam fome o restante desperdiça 30% dos alimentos comprados. O desperdício começa no campo e termina na mesa do consumidor. 


64% do que se planta no Brasil é perdido ao longo da cadeia produtiva, temos 20% de perda na colheita, 8% no transporte e armazenamento, 15% na industria de processamento, 1% no varejo e 20% no processamento culinário e hábitos alimentares.

Uma forma de se reduzir essa quantidade desperdiçada é através do Aproveitamento Integral do alimento, que nada mais é que utilizar o alimento em sua totalidade. Existem diversas receitas onde podemos aproveitar esses ingredientes. 

Vale a pena conferir o site do Centro Mineiro de Referência em Resíduos que possui um livro de receitas online e ainda oferece diversos cursos, tanto de Aproveitamento Integral de Alimentos como Oficinas de Papel Reciclado, Puff's de Garrafa pet, entre outros.

Isso somente não basta, para reduzirmos esse desperdício é importante planejar. Quando fazemos a feira sem termos em mente o que iremos cozinhar durante a semana cometemos vários erros como:
  • Levar alimentos que já possuímos;
  • Esquecer produtos que iremos precisar;
  • Gastamos mais;
  • Compramos mais do que o necessário;
Isso faz com que alimentos se percam dentro na nossa própria geladeira. Portanto é necessário fazer uma programação do que iremos preparar durante a semana, colocar todos os itens em um papel, olhar o que já temos em casa e comprar somente o que precisamos.

É importante também darmos preferência aos alimentos da safra, que possuem uma melhor qualidade nutricional, menos agrotóxicos e um melhor preço.